Adélia Prado é a primeira mulher a ganhar o Prêmio do Governo de Minas Gerais de Literatura

Amanhã, às 19 horas, a divinopolitana e poetisa Adélia Prado receberá o Prêmio do Governo de Minas Gerais de Literatura, durante cerimônia sediada na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais. Adélia foi a vencedora da categoria “Conjunto da Obra”, tendo sido escolhida por unanimidade pelo júri.

É a primeira vez que uma mulher vence nesta categoria. Adélia foi precedida por figuras celebradas da literatura nacional, como Ferreira Gullar (2013), Silviano Santiago (2010), Luís Fernando Veríssimo (2009), Sérgio Sant’Anna (2008) e Antonio Cândido (2007).

Atualmente, a premiação é dividida em quatro categorias:  Conjunto da Obra (homenagem a um escritor brasileiro em atividade), Poesia, Ficção e Jovem Escritor Mineiro. Na categoria Ficção (Romance) a obra vencedora foi “Floresta no fim da rua, de Silvio Rogério Silva (SP). As menções honrosas foram para a obra “Começo em mar”, da escritora Vanessa Maranha, e para “Pela primeira vez em muito tempo”, de Vinícius Bopprê Oliveira. Já na categoria Poesia, a obra vencedora foi “Um carro capota na lua”, do autor Tadeu de Melo Sarmento (PE).

A notícia continua após a publicidade

Bolsonaro Grande

A notícia continua após a publicidade

Bolsonaro Mobile

O Prêmio do Governo de Minas Gerais de Literatura distribui a quantia de R$ 258 mil, sendo R$ 30 mil para a categoria Ficção, R$ 30 mil para Poesia, R$ 48 mil na categoria Jovem Escritor e R$ 150 mil na categoria Conjunto da Obra.

A escritora Adélia Prado receberá o prêmio na categoria ‘Conjunto da Obra’  (Crédito: Jackson Romanelli)

 





Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Bolsonaro Mobile