CATAVENTO - Gif
Mobile - Cidade

Alerta aos pais: circulam na internet vídeos infantis ensinando a realizar suicídio

O YouTube está envolvido em mais uma polêmica: vídeos infantis com instruções sobre como realizar o suicídio. A descoberta foi feita pela pediatra e mãe Free Hess, comentando que notou as instruçõesem um conteúdo supostamente inocente a que seu filho assistia na plataforma da Google.

Em certo momento de um dos vídeos encontrados por Hess, a gravação de um homem indicando a forma “correta” de cortar o punho para o suicídio é exibida por cerca de 10 segundos (este homem, na internet, é conhecido como Filthy Frank). Como se nada tivesse acontecido, o desenho animado volta a ser reproduzido automaticamente.

Eu acho que nossos filhos estão enfrentando um mundo totalmente novo com mídias sociais e acesso à internet

A notícia continua após a publicidade

CATAVENTO - Gif

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Cidade

“Nada me choca muito. Eu sou médica, trabalho no departamento de emergência. Eu vi muita coisa. Mas isso aconteceu”, escreveu Hess em seu blog profissional de pediatria. “Este vídeo foi intencionalmente implantado no YouTube Kids para prejudicar nossos filhos. Ele esperou até um ponto do vídeo em que os pais deixassem os filhos sozinhos [para incluir a instrução], pensando que seus filhos estavam apenas assistindo a um desenho animado inofensivo”.

“Eu acho que nossos filhos estão enfrentando um mundo totalmente novo com mídias sociais e acesso à internet. Está mudando a maneira como eles estão crescendo e se desenvolvendo. Acho que vídeos como esse os colocam em risco”, acrescentou Hess em entrevista ao The Washington Post.

Todos os vídeos denunciados foram tirados do ar pelo YouTube após a reclamação, mas você pode ver as cenas clicando aqui.

  • Precisa de ajuda? Ligue para o Centro de Valorização da Vida: 188
A difícil tarefa de remover vídeos com conteúdo impróprio e até mesmo prejudicial é o grande desafio do YouTube.

 

A porta-voz do YouTube, Andrea Faville, comentou o caso: “Contamos com a tecnologia de detecção de usuários e detecção inteligente para sinalizar esse conteúdo para nossos revisores. A cada trimestre, removemos milhões de vídeos e canais que violam nossas políticas e removemos a maioria desses vídeos antes que eles tenham qualquer visualização. Estamos sempre trabalhando para melhorar nossos sistemas e retirar conteúdo violento mais rapidamente. Por isso, relatamos nosso progresso em um relatório trimestral [transparencyreport.google.com] e fornecemos aos usuários um painel mostrando o status dos vídeos que eles marcaram para nós”.

 

Fonte: Tecmundo


Grande - Policial
Mobile - Policial



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Maria Bonita