Grande - Catavento
Mobile - Festival

Bullying atinge um em cada dez estudantes brasileiros

Um em cada dez adolescentes brasileiros é alvo de agressões físicas ou psicológicas. A informação consta no terceiro volume do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de 2015, sobre o bem-estar de estudantes. Para chegar a essa conclusão, estudantes de 15 anos foram avaliados por meio de questionário.

A avaliação foi promovida pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O levantamento analisou respostas de 540 mil estudantes de 15 anos  que, por amostragem, representam 29 milhões de alunos de 72 países. São 35 países-membros da OCDE e 37 economias parceiras, entre elas o Brasil.

17,5% dos adolescentes declararam que sofrem alguma das formas de bullying “algumas vezes por mês”; 7,8% afirmaram que são excluídos pelos colegas; 9,3%, serem alvo de piadas; 4,1%, ameaçados; 3,2%, empurrados e agredidos fisicamente. Outros 5,3% disseram que os colegas constantemente pegam e destroem as coisas deles e 7,9% são objeto de rumores maliciosos. Analisando os questionários, 9% dos estudantes foram identificados como vítimas frequentes de bullying.

A notícia continua após a publicidade

Festival Comédia - Grande

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Qi

Em comparação com outros 53 países, o Brasil apresenta um dos menores “índices de exposição ao bullying“, ficando em 43º no ranking.

Outro lado

O levantamento avaliou ainda que os estudantes brasileiros estão acima da média no quesito satisfação com a vida: 44,6% dizem que estão muito satisfeitos, enquanto a média dos países da OCDE é 34,1%. A média dos insatisfeitos representa 11,8% dos avaliados tanto no Brasil quanto na OCDE.

No Brasil, 76,1% sentem que pertencem à escola. Entre os países da OCDE, 73% dos adolescentes dizem ter esse sentimento de pertencimento.

Quase todos os estudantes brasileiros (96,7%) querem ser escolhidos para as melhores oportunidades disponíveis quando graduarem e 63,9% querem estar entre os melhores estudantes da classe. Entre os países da OCDE, esses percentuais são, respectivamente, 92,7% e 59,2%.

O Brasil, no entanto, aparece quase no topo entre os países com estudantes mais ansiosos – 80,8% ficam muito ansiosos mesmo quando estão bem preparados para provas. A média da OCDE é 55,5%. O país é superado apenas pela Costa Rica, onde 81,2% dos estudantes relataram ansiedade nesses casos. Mais da metade dos brasileiros, 56%, disseram que ficam tensos ao estudar. A média da OCDE é 36,6%.

As informações são da Agência Brasil.

 

O levantamento analisou respostas de 540 mil estudantes de 15 anos (Foto: divulgação)
O levantamento analisou respostas de 540 mil estudantes de 15 anos (Foto: divulgação)

 

 


Festival Comédia - Grande
Mobile - Festival



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Qi