Grande - Cidade
Mobile - Política

Em vídeo fundador do PT sugere uso de armas contra adversários e tacha brasileiro de “povinho, podre, corrupto e nojento

O vídeo repercutiu muito nas redes sociais em meados de 2017

Um vídeo trazendo uma entrevista com Sérgio Paladini, supostamente fundador do PT, viralizou rapidamente  nas redes sociais, por conta de suas bombásticas declarações. Provocado, Paladini afirma que somente com o uso de armas será possível acabar com “tanto escroto, tanto fascista… e ainda ia faltar munição”. Noutro trecho, detona o povo brasileiro como podre, corrupto e nojento.

A notícia continua após a publicidade

Bolsonaro Grande

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Maria Bonita

As declarações foram dadas, segundo comentários da Internet, durante um encontro festivo em São Bernardo do Campo, quando abordado para falar sobre a crise no Brasil, o golpe e a índole do brasileiro. E Paladini não economiza palavras: “Eu falo que vai faltar munição porque o argumento que a gente possa ter, via imprensa, não chega na mediocridade da orelha do brasileiro. Não sabe ouvir.”

E ainda: “Brasileiro é venal, é uma coisinha nojenta, o povo brasileiro, independente da Globo, da Bandeirantes, ele vive de propinas, ele vive de gorjetas… não é conservador, é corrupto, é podre. O povo brasileiro é podre… Esse povinho é tão vagabundo que nem sabe se teve golpe ou não… é um povinho, uma gentinha… brasileiro não é raça. Brasileiro é coisa!”


CATAVENTO - Gif
Mobile - Cidade



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Qi