Grande - Cidade

Regulamento debaixo do braço

Galo joga mal, só empata com o Campinense e se classifica pra próxima segunda fase da Copa do Brasil, Equipe alvinegra encara a Caldense no fim de semana, antes do jogo mais importante do ano, na revanche contra o Unión Santa Fé, no qual o clube de BH precisa reverter um placar de no mínimo 3x0, se quiser avançar na Sul-Americana

O Atlético-MG está na segunda fase da Copa do Brasil. E graças ao regulamento da competição, que assegura ao time visitante a vaga em caso de empate no jogo único da primeira fase. Com mais uma atuação ruim, o Galo ficou no 0 a 0 com o Campinense, na noite desta quarta-feira, no Estádio Amigão, em Campina Grande, e, no sufoco, arrancou a classificação.

Próximo rival

Na segunda fase, o Atlético vai enfrentar o vencedor do duelo entre Atlético-AC e Afogados-PE, que se enfrentam nesta quinta-feira, no estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, em Pernambuco.

A notícia continua após a publicidade

CATAVENTO - Gif

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Cidade

Cofre reforçado

Com a classificação à segunda fase da Copa do Brasil, o Atlético assegurou mais R$ 1,3 milhão de premiação. Por ter disputado a primeira fase, o clube já havia garantido R$ 1,1 milhão. No total, o Galo soma R$ 2,4 milhões de cotas na competição. O Campinense vai receber R$ 540 mil pela participação na primeira fase.

Retrospecto

Esse foi o quarto confronto entre Campinense e Atlético na história. O Galo nunca perdeu. Foram três empates e uma vitória dos mineiros.

 

 

Primeiro tempo

O Campinense jogou de igual para igual contra o Atlético-MG. Precisando vencer para não ser eliminado, o time da casa criou várias chances de abrir o placar, mas deixou se levar pela ansiedade. Se o Campinense falhava nas finalizações, nem isso o Galo conseguiu construir no jogo. Poucas chances de ataque para o alvinegro mineiro e muitos erros de posicionamento principalmente para suportar os contragolpes do time paraibano. O intervalo veio com bastante preocupação para o Atlético.

Segundo tempo

Restando 45 minutos para tentar um resultado histórico, o Campinense aumentou o ritmo de ataque no decorrer da etapa final e logo freou as tentativas de ataque do Galo. Um chute aqui, outro lá, o Atlético seguiu mal na partida, enquanto sua defesa tinha bastante trabalho na velocidade do time adversário. Romário Becker e Fábio Junior não davam descanso e o time paraibano sempre esteve mais perto de abrir o placar. Mas a baixa qualidade do time da casa impediu a classificação. Pelo lado do Galo, as mudanças surtiram mínimo efeito e foram momentos raros de emoção.

Agenda

O Atlético volta as atenções para o Campeonato Mineiro. No domingo, o Galo enfrenta a Caldense, no Mineirão, pela sexta rodada. No mesmo dia, o Campinense tem pela frente o clássico com o Treze, no Amigão, pela quinta rodada do Campeonato Paraibano.


Grande - Catavento



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Qi