CATAVENTO - Gif
Mobile - Cidade

Galileu pede auditoria em obras do PAC em Divinópolis

O prefeito Galileu Teixeira Machado (PMDB) determinou a paralização nas obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) referentes ao saneamento básico em Divinópolis para que seja realizada uma auditoria nas contas dos projetos. Dessa forma, as obras ficarão paralisadas por um prazo de 30 dias até que a auditoria seja realizada durante esse tempo. A decisão foi publicada na manhã de hoje e pegou algumas pessoas de surpresa.

 

Ao final, o relatório será entregue para a Controladoria Geral e para a Procuradoria Geral do município, que avaliarão possíveis fraudes no Programa de Aceleração do Crescimento referentes ao saneamento básico na cidade. Os órgãos terão mais 30 dias para emitir um parecer oficial sobre o relatório que lhes será entregue.

 

Suspeita de corrupção em contrato de R$ 48 milhões

 

A notícia continua após a publicidade

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Qi

Atualmente, um inquérito civil do Ministério Público Federal já investiga um possível esquema de fraudes num contrato de R$ 48 milhões do PAC Saneamento, assinado em 2007. Até o momento já foram indiciadas 17 pessoas, incluindo o ex-prefeito Demétrius Pereira, que comandava o Executivo nessa época.

 

Cofres Públicos

 

A situação dos cofres públicos na cidade é conturbada. O ex-prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) deixou a cadeira de prefeito sendo obrigado a decretar a calamidade financeira nas contas do município. Um pedido de auditoria em algo tão sério como o PAC é algo que causa impacto, mas que se faz necessário diante dos fatos.

 

A população aguarda as investigações.


Grande - Cidade
Mobile - Cidade



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Maria Bonita