CATAVENTO - Gif
Mobile - Cidade

Glaucoma pode levar à cegueira se não for tratado

Ontem foi comemorado o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma. Atualmente, o glaucoma afeta cerca de dois milhões de pessoas no Brasil e ocorre, na maioria dos casos, com quem tem mais de 40 anos, predisposição genética à doença e histórico de hipertensão e diabetes. Ela também tem um alto índice re incidência em afrodescendentes. No entanto, uma pessoa que não se encaixa nessas categorias também pode desenvolver a doença.

De acordo com especialistas, o olho funciona bem até os 40 anos. Após isso, ele começa a dar alguns sinais de fraqueza, como visão cansada para perto, lentidão no sistema de drenagem ocular e falha constante. No início, a glaucoma é assintomático. Costuma haver manifestação de vermelhidão no olho em crises agudas, mas é raro. E nem sempre um olho vermelho significa que seja essa a doença que causou a mudança da cor. O glaucoma pode se manifestar em ângulo aberto primário, que faz o líquido circular livremente no olho e a pressão aumentar progressivamente, e na forma agudo ou de ângulo fechado. A segunda é mais rara e consiste no bloqueio do fluxo normal de líquido dentro do olho.

Por isso, é importante fazer um acompanhamento anual com um oftamologista quando se chega aos 40. Como a maioria das doenças, o diagnóstico precoce facilita na eficácia do tratamento. O glaucoma não tratado pode levar à cegueira. O tratamento envolve uso constante de medicamentos. Quem tiver cadastro junto ao SUS, pode conseguir os remédios gratuitamente.

A notícia continua após a publicidade

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Maria Bonita

 optometrist-91750_960_720


Grande - Catavento
CATAVENTO - Gif



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Maria Bonita