Grande - 2018
Mobile - Cidade

Homem tenta cometer suicídio e se joga do 7 andar na rua Amazonas em Divinópolis

Um vídeo circula pelas redes sociais mostrando um homem desesperado na beira de uma janela. A cena é realmente forte, e ocorreu agora a tarde no Bairro São José. Os bombeiros foram acionados parra uma ocorrência na rua Amazonas, onde um homem de aproximadamente 40 anos ameaçava se jogar do sétimo andar de um edifício. Diante da situação os Bombeiros isolaram a área e começaram a conversar com o homem.

A situação parecia estar sob controle, quando ele se joga da janela. Incrivelmente, e, com toda certeza, um milagre aconteceu. Apesar da altura, o homem foi levado para sala vermelha do Hospital S. J. Deus. Segundo as últimas informações, ele sofreu politraumatismo e seu estado de saúde é estável.

O suicídio

A notícia continua após a publicidade

CATAVENTO - Gif

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Qi

dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que o índice de suicídios cresceu entre 2011 e 2015 no Brasil. Segundo a pasta, esta é a quarta maior causa de mortes entre jovens de 15 e 29 anos. 

Em 2011, foram 10.490 mortes: 5,3 a cada 100 mil habitantes. Já em 2015 o número chegou a 11.736: 5,7 a cada 100 mil, segundo dados são do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM).

Os homens são os que apresentam as maiores taxas de mortalidade, 79% do total, enquanto o número de mulheres é 3,6 vezes menos, 21%. Viúvos, solteiros e divorciados também foram os que mais morreram por suicídio (60,4%).

Os dados mostram que os indígenas são os que mais cometem suicídio (15,2), se comparados com brancos (5,9) e negros (4,7). Assim como os moradores da região do Sul do Brasil, que morreram mais por conta de suicídio, enquanto os índices do Nordeste são os mais baixos.

O meio mais utilizado é o enforcamento: 66,1% entre os homens e 47% as entre mulheres, seguidos por intoxicação exógena e armas de fogo, consecutivamente.

Já em relação às tentativas de suicídio, as mulheres são maioria (69%) e 31,1% tenta mais de uma vez. Entre 2011 e 2016 ocorreram 48.204 tentativas e o principal meio é envenenamento ou intoxicação (58%).

Ponto e vírgula
O estudo também mostrou que a existência de um Centro de Atenção Psicossocial (Caps) nas cidades reduz em 14% o risco de suicídio, mas essas instituições estão presentes em apenas 2463 dos quase 6 mil municípios brasileiros.

Pensando nisso a intenção do governo é criar um Plano Nacional de Prevenção ao Suicídio, além de disponibilizar, a partir de 30 de setembro de 2017, ligações gratuitas para o 188 (Centro de Valorização da Vida) nos estados de Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Piauí, Roraima, Acre, Amapá, Roraima e Rio de Janeiro.

As iniciativas se unem ao plano da Organização Mundial da Saúde (OMS), que visa diminuir o número de suicídios em 10% até o ano de 2020. (Atualmente, 800 mil pessoas cometem suicídio anualmente.)

Saiba como agir quando alguém apresentar sinais de comportamento suicida

– Não deixe a pessoa sozinha

– Remova álcool, drogas, medicamentos ou objetos afiados que possam ser usados em uma tentativa de suicídio

– Procure ajuda médica. Leve a pessoa a um pronto atendimento ou busque ajuda de um especialista em saúde mental

Contate o Centro de Valorização à Vida
Telefone: 141

 


Grande - Catavento



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Qi