Grande - Maria Bonita
Mobile - Maria Bonita

Jovem ganha carro de patrão. Lição: quando o justo encontra o determinado

Após andar por 32km para chegar ao trabalho, jovem ganha carro do chefe

Quem sabe a importância do comprometimento com o trabalho para garantir o suado salário nunca deixa de faltar com as suas responsabilidades. Prova disso é a determinação do americano Walter Carr, de 20 anos

O rapaz foi contratado para trabalhar em uma empresa de mudanças e na véspera de seu primeiro dia no novo emprego, seu carro quebrou. Ele tentou conseguir uma carona com seus amigos e namorada, mas não obteve resposta.

A notícia continua após a publicidade

Bolsonaro Grande

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Qi

Walter então decidiu que para não faltar ao trabalho, iria andando. O percurso entre sua casa e o destino, à pé, levaria sete horas, sendo cerca de 32 quilômetros. O jovem saiu de casa à meia-noite e em torno das quatro da manhã, policiais o pararam na estrada querendo saber o que ele estava fazendo ali.

“Vocês podem não acreditar, mas estou indo trabalhar”, disse Walter aos policiais. Sua história comoveu os guardas, que levaram o jovem para tomar café e depois deram uma carona até seu trabalho.

A história foi compartilhada por uma das clientes da empresa em que Walter trabalha, Jenny Lamey, de 50 anos. Ela usou o Facebook para contar que um dos policiais foi quem lhe explicou os detalhes, deixando-a impressionada. “Era visível que o policial tinha completa admiração por Walter e ele podia ver pela minha reação que eu também”.

Walter chegou na casa de Jenny para realizar seu trabalho e a mulher ofereceu que ele descansasse enquanto aguardava os colegas, mas o rapaz quis começar o serviço de imediato. O post de Jenny chegou até Luke Maklin, o presidente da empresa de mudança Bellhops, que contratou Walter.

Em forma de agradecimento à dedicação do funcionário, ele deu seu próprio carro para o jovem. “Agora ele [o carro] está em boas mãos”, disse Maklin. Mas a história de Walter não para por aí. Ao viralizar, descobriu-se que o rapaz perdeu sua casa no furação Katrina, em 2005.

Walter é de Nova Orleans, mas se mudou com a mãe para o Alabama após a tragédia. Jenny quis ajudá-lo e abriu uma campanha de arrecadação online com a intenção de conseguir dois mil dólares. A ajuda foi tanta que as doações somaram 34 mil.

Fonte : Yahoo


Grande - Catavento
Bolsonaro Mobile



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Maria Bonita