Grande - Cidade
Bolsonaro Mobile

Mulheres contrárias a Jair Bolsonaro vão se reunir em protesto na cidade

O movimento terá concentração na Praça do Santuário

Apesar de ser o líder nas pesquisas para presidenciáveis, Jair também tem grande rejeição principalmente pelas mulheres. “A questão salarial é um dos grandes vilões que colocaram na minha conta” diz o candidato se defendendo e dizendo que na verdade o problema é fácil e simples de resolver, pois está na constituição. “É só procurar a justiça do trabalho em casos de trabalhos semelhantes e salários menores”, responde o presidenciável.

Outro ponto é de que ele seria contra as mulheres devido ao episódio envolvendo a Deputada Federal Maria do Rosário, que na ocasião o chamou de estuprador e em resposta recebeu um ” você não merece ser estuprada”. Aqui vale ressaltar que Bolsonaro estava defendendo a castração química para estupradores e citou o caso “Champinha”, que havia matado, torturado e estuprado Liana Friedenbach em 2003. Na ocasião seu namorado,  Felipe Caffé, também foi brutalmente assassinado. Maria do Rosário, então Secretaria de Direitos Humanos, defendia que outros métodos, menos enérgicos, deveriam ser tomados.

É neste tom que manifestantes pretendem sair as ruas e lutar contra as deias de Bolsonaro. O movimento terá concentração às 15h do dia 29, na Praça do Santuário e seguirá pela Av. 21 de abril, rumo a Praça do Mercado onde acontecerá um ato de manifesto. O término das atividades está previso para 19h. 

 

A notícia continua após a publicidade

Bolsonaro Grande

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Maria Bonita

Grande - Política
Mobile - Política



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Qi