Grande - Catavento
Mobile - Policial

Mulher é assassinada por ex-marido dentro de viatura da PM

Laís Fonseca faleceu dentro da viatura militar.

 

Um crime bárbaro ocorreu na cidade de Teófilo Otoni-MG, na região do Vale do Mucuri, durante o sábado (7). A vítima Laís Andrade Fonseca, de 30 anos, estava seguindo para a delegacia da cidade de Pavão, também no Vale do Mucuri, para dar queixa contra o ex-marido (de 34 anos) após ele ter instalado uma câmera no banheiro para vigiar a antiga esposa e o filho de 8 anos.

A mulher detectou a presença do material em seu banheiro enquanto tomava banho em sua residência. Laís percebeu que o aparelho estava conectado a um computador no telhado da casa. As imagens eram transmitidas em tempo real até o computador do ex-marido, que queria monitorar as ações da antiga companheira.

A notícia continua após a publicidade

Grande - Qi

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Maria Bonita

A vítima acionou a polícia e temeu que suas imagens íntimas pudessem ser expostas na internet. O acusado foi localizado pela Polícia Civil e conduzido para a delegacia em Teófilo Otoni para dar explicações sobre o episódio. Ao delegado plantonista, o homem afirmou que agiu por ciúmes para monitorar se a companheira estava mantendo um novo relacionamento.

De acordo com a PM, ao finalizar o boletim de ocorrência por importunação ofensiva ao pudor, a vítima solicitou que o ex-marido fosse liberado, porque não tinha intenção de prejudicá-lo e pretendia reatar o relacionamento. No entanto, a delegacia de plantão orientou os militares a conduzir o homem e a mulher para que o material apreendido pudesse ser periciado, uma vez que poderia conter imagens de um menor.

Segundo a PM, o suspeito não apresentava comportamento agressivo, não proferiu ameaças e não possuía histórico de agressão. Dessa forma, ele foi colocado no banco traseiro da viatura, sem algemas, junto com a mulher, em direção à delegacia de plantão de Teófilo Otoni, a 96 km de distância.
Os dois dormiram na maior parte do trajeto, mas o homem acordou, deu uma facada no pescoço de Laís e, em seguida, esfaqueou duas vezes o próprio corpo e pulou da viatura em movimento, tentando se matar. Ele foi capturado pelos militares, socorrido na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da cidade e encaminhado para a delegacia. A mulher morreu na viatura.

Após ser medicado, o homem passa bem e foi conduzido para o presídio de Teólfilo Otoni. O acusado responderá pelo crime de feminicídio.

Os dois policiais militares que colocaram o casal lado a lado dentro da viatura responderão por homicídio culposo e estão temporariamente afastado de suas funções de patrulha.

“Eles foram traídos pela situação, o clima era de absoluta tranquilidade, mas existe um manual de procedimentos policiais que determina a busca pessoal”, afirmou o tenente-coronel Fábio Marinho.


Grande - Cidade
Mobile - Policial



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Maria Bonita