Grande - Política
Mobile - Política

Mulher passa absorvente usado em urna e grita “Lula livre”

A insana acabou presa, veja o vídeo com detalhes

Uma ex-professora da Fundação Cultural de Ibiporã foi presa na manhã de ontem (7) em Ibiporã (norte do Paraná) depois passar absorvente sujo de sangue na urna que utilizava para votar, no Colégio Estadual Engenheiro Francisco Gutierrez Beltrão, no centro da cidade.

Drielly Lopes, que ainda derrubou parte da estrutura da urna, saiu correndo após o ato, causando grande confusão na seção eleitoral. Segundo populares, ela gritou por diversas vezes “Lula livre”.

Em seguida ela se dirigiu até a Escola Maria Inês Rodrigues de Mello, na saída para Sertanópolis, onde quebrou uma urna, arremessando-a contra o chão. A urna foi substituída e ela acabou presa em seguida, sendo levada para a Delegacia de Ibiporã.

A notícia continua após a publicidade

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Cidade

Drielly foi candidata a vereadora na cidade nas eleições de 2016 pelo Partido Social Democrático (PSD), quando recebeu 199 votos.Ela cursa artes cênicas na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

fonte: Paiquerê


Grande - Catavento
Mobile - Política



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Maria Bonita