Grande - Cidade
Mobile - Cidade

Pacientes em macas dos corredores da UPA em Divinópolis

 

A situação de calamidade na saúde pública divinopolitana volta a propiciar cenas indignas. O problema de faltas de leitos hospitalares na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), situada no bairro Ponte Funda, é recorrente.

A equipe do Cidade Divinópolis registrou o caso de uma paciente de 25 anos que desde quinta-feira (20) se encontra numa maca nos corredores  da UPA. A jovem foi conduzida até a UPA após sofrer um acidente doméstico em sua residência que causou um sangramento interno na região da cabeça. Mesmo com um primeiro exame registrando um coágulo, a paciente ainda se encontra sem um leito adequado porque o local não possui vagas.

A notícia continua após a publicidade

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Cidade

Familiares e acompanhantes relatam que aguardam uma transferência para o Hospital São João de Deus. A paciente está com fortes dores de cabeça e de ouvido, além de fortes enjôos e náuseas que a impossibilitam de se alimentar adequadamente.

UPA

A equipe procurou contato com funcionários da UPA através do telefone do local, mas o atendimento ainda não pôde repassar um posicionamento oficial através de uma assessoria autorizada.

Divinópolis

Historicamente, Divinópolis sempre esteve sobrecarregada em questão de saúde pública. A maior cidade da região atrai pacientes de dezenas de cidades. A Unidade de Pronto Atendimento e, principalmente, o Hospital São João de Deus estão em situações precárias.

A finalização do novo hospital municipal, que seria importante para a cidade, não tem prazo para ser concluída. O governador Fernando Pimentel declarou na quinta-feira (20) que há graves problemas financeiros em Minas Gerais que impedem a realização da obra no momento.

Enquanto isso, os pagadores de impostos agonizam diante das calamidades.


Grande - Catavento
CATAVENTO - Gif



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Maria Bonita