Grande - Catavento
Mobile - Cidade

Pichação ameaça massacre armado em universidade ‘se o Bolsonaro for eleito’

Estudantes da Universidade de Brasília encontraram uma pichação que ameaça um massacre armado na instituição “se o Bolsonaro for eleito”. A frase foi escrita na porta de um banheiro e faz referência a escola Columbine, de Colorado, nos Estados Unidos. Em 1999, dois adolescentes armados invadiram o local e atiraram contra alunos, professores e funcionários, assassinando 13 pessoas e ferindo 21.
A foto da pichação foi divulgada por um aluno em suas redes sociais, no último dia 11. Ele se disse assustado e com medo do que leu. A postagem chegou ao conhecimento da UnB, que respondeu através do Twitter que “repudia atos de vandalismo como esse, especialmente pelo seu conteúdo ameaçador à comunidade universitária”.

A notícia continua após a publicidade

Bolsonaro Grande

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Qi
Ainda segundo a universidade, o caso será analisado pela Administração Superior, que soube da pichação por meio da foto postada nas mídias sociais. A UnB também informou que a imagem foi reportada à Polícia Federal para investigação.
Massacre de Columbine
O ataque armado aconteceu no dia 20 de abril de 1999, quando dois alunos da escola Columbine concretizaram um plano que planejavam detalhadamente. Dylan Klebold e Eric Harris colocaram bombas na cafeteria e foram para fora da instituição, onde iriam disparar em quem corresse após a explosão.
As bombas acabaram não explodindo, e os dois decidiram entrar na escola atirando aleatoriamente. 13 pessoas foram assassinadas e 21 ficaram feridas, entre quem circulava na escola e paramédicos e policiais que chegavam para atender a ocorrência, que durou mais de uma hora. Após serem cercados, os adolescentes se mataram.
Fonte Correio Braziliense

Grande - Catavento
Bolsonaro Mobile



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Bolsonaro Gigante
Mobile - Maria Bonita