Grande - Policial
Mobile - Cidade

Polícia identifica suspeitos de pichar suásticas em capela no Rio

Ficou constatado que os pichadores não são eleitores de Bolsonaro

Dois homens foram detidos na tarde desta quarta-feira (17) suspeitos de terem pichado suásticas nas paredes da capela de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro. Ambos foram liberados, mas deverão responder pelo crime de preconceito. Em depoimento à Polícia Civil, os suspeitos afirmaram que a pichação foi feita depois de o padre responsável pela pequena igreja declarar apoio  ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), ou seja, ficou constatado que não foram seguidores do presidenciável Jair Bolsonaro.


Grande - Policial
Mobile - Policial



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Qi
Mobile - Qi