Grande - Catavento
Mobile - Cidade

Prefeito de Camacho agride cidadão

Diego Cardozo foi agredido pelo prefeito Bruno Lamounier Furtado (DEM).
Diego Cardozo foi agredido pelo prefeito Bruno Lamounier Furtado (DEM).

 

Por Hugo Serelo.

Um caso polêmico repercutiu com forte impacto na cidade de Camacho. Na manhã de ontem (27) o farmacêutico Diego Cardozo Lopes foi agredido pelo prefeito Bruno Lamounier Furtado (DEM), 31 anos, dentro de uma propriedade particular do político na zona rural da cidade.

A notícia continua após a publicidade

Grande - Qi

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Qi

Diego Cardozo

Diego alega que passava pelas margens da propriedade rural do prefeito quando avistou um veículo público realizando um serviço particular nas terras de Bruno. Diego dirigiu-se até o local para perguntar sobre a legitimidade do ato. Lamounier teria alegado que a ação era dentro dos trâmites legais, pois alguns veículos públicos auxiliam produtores de café da região, e isso incluiria o próprio Bruno que também é produtor rural.

De acordo com a versão da vitima no boletim de ocorrências, Diego ameaçou filmar a ação com seu aparelho celular e uma briga teve início. Diego foi atacado pelo prefeito com socos e chutes. As agressões causaram escoriações na face da vítima. Populares intervieram nas agressões e separaram as partes.

Um boletim de ocorrências foi realizado após Diego acionar a Polícia Militar. O prefeito não foi localizado para relatar sua versão dos fatos naquele momento. O documento oficial afirma que Bruno evadiu do local tomando rumo ignorado.

Na tarde de hoje (28) Diego esteve na delegacia de polícia de Divinópolis, onde conversou pessoalmente com a equipe do Cidade Divinópolis. O caso ganhará novos desfechos nos próximos dias.

Bruno Lamounier

 

Bruno Lamounier. Foto: Reprodução facebook.
Bruno Lamounier. Foto: Reprodução facebook.

 

No dia seguinte, Bruno Lamounier emitiu uma nota oficial alegando que agiu em legítima defesa. Confira a publicação:

[NOTA AO POVO DE CAMACHO]

Boa noite a todos,

Diante dos fatos ocorridos na manhã desta quinta-feira, 27/07/2017, sinto-me compelido a esclarecer aos meus amigos, familiares e população de Camacho, que eu estava em visita a mais um dia comum de trabalho na propriedade rural da minha família, onde ocorria a colheita de café, quando fui surpreendido pela invasão de um cidadão que me agredia gravemente na condição de Prefeito.
O referido cidadão é meu perseguidor declarado e me agrediu e no meu legítimo direito de defesa, fui obrigado a repelir a agressão e invasão à propriedade de minha família.
Importante frisar que, a despeito da absurda acusação da pessoa que invadiu uma propriedade familiar, não existia maquinário do PAC no local, apenas um caminhão, de uso totalmente legal por meu pai, a exemplo daquilo que acontece em benefício de todos aqueles que trabalham honestamente no Município de Camacho/MG. Todos os habitantes fazem uso do veículo de acordo com as normas costumeiramente adotadas no Município.
Quanto ao serviço de transporte sobre o qual menciona em postagem nas redes sociais, é de conhecimento de todos que a saúde no Município de Camacho é referência para toda a região, não sendo do feitio deste gestor a perseguição a qualquer pessoa, muito ao contrário, adquiri mais três veiculos para servir ao povo de Camacho. Todos os que necessitam possuem transporte, medicamentos e exames praticamente em tempo real.
Ademais, a questão será levada até os tribunais onde a verdade prevalecerá e todo dito será provado na forma da Lei.
Afirmo que TODOS os excessos serão apurados na justiça para que não fiquem meias verdades sobre o fato e seus comentários.
Agradeço as pessoas que me confortaram e depositaram sua confiança em mim, nas urnas e nessa falácia, e reafirmo meu compromisso de fazer um governo para todos como tem sido desde o meu primeiro dia a frente da nossa cidade.


Grande - Política
Mobile - Política



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Qi