Presente de Natal antecipado para o torcedor do Cruzeiro

“Dia 27 é Natal”. Que torcedor do Cruzeiro questionará Mano Menezes? A final da Copa do Brasil contra o Flamengo pode se tornar o dia mais importante para torcedores e jogadores da Raposa. Mas será mesmo que o treinador se “comportou bem” durante o ano para receber um presente de Papai Noel? Ou será que o time rubro-negro é quem merece mais?

“Todo mundo diz que se comporta bem e chega com a carinha boa esperando o presente. Todo mundo quer presente do Papai Noel”, afirmou Mano, em meio a risos, para, depois, assumir uma postura mais séria e enfática em relação a essa questão.

“Espero que todos nós do Cruzeiro tenhamos nos comportado bem. Acho que vivemos esse sonho. Quem sonha tem seus planos alcançados. Certamente, os dois lados querem um presente no dia 27. Quem fizer uma partida melhor e ter mais competência sairá com o título”, completou o comandante.

Mano tem muitos méritos e foi um “bom menino” na maior parte de sua trajetória no Cruzeiro. Salvou a equipe de dois rebaixamentos, em 2015 e 2016, deu oportunidade para vários atletas da base, como Murilo, Raniel e Nonoca, ajudou a montar o elenco desta temporada – como ressaltou certa vez o vice-presidente do clube, Bruno Vicintin –, foi de suma importância para o time se levantar após algumas quedas – perda do título mineiro e eliminação na Sul-Americana, por exemplo –, melhorou o sistema defensivo e procurou alternativas para o ataque.

O próprio Mano também serviu de mentor para determinados jogadores, a destacar o atacante Sassá. Quando o atacante veio para a Toca, o treinador pediu a ele comprometimento e “cabeça no lugar”. Depois de uma confusão ocorrida em uma boate, envolvendo o avante, o treinador exigiu “mais profissionalismo” do atleta, que vem correspondendo com a camisa celeste.

Obviamente, como quase todos os profissionais do mundo da bola, o técnico teve seus deslizes. A arbitragem foi o maior alvo das broncas e insatisfações do treinador. Em algumas ocasiões, no entanto, pediu desculpas aos “desafetos da vez” e ressaltou que não tem problema algum com ninguém da arbitragem.

O dia 27 vai mostrar, então, se Mano e a Raposa receberão o tal “presente de Natal” antecipado, o título da Copa do Brasil.

Números

104 jogos têm Mano Menezes à frente do Cruzeiro

31 empates obteve Mano no comando da Raposa

52 vitórias conquistou o treinador com o time celeste

21 derrotas amargou o treinador com a camisa estrelada

Powered by WPeMatico

Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...