CATAVENTO - Gif
Mobile - Cidade

Região confirma mais mortes por dengue

Lagoa da Prata e Nova Serrana foram as cidades que aumentaram o índice negatica, da Secretaria Estadual de Saúde, nesta quarta, (18); SES-MG atualiza quadro e publica boletim da atual situação

Duas novas mortes por dengue no Centro-Oeste foram confirmadas no Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), nesta quarta-feira (18). Lagoa da Prata e Nova Serrana registraram novos óbitos pela doença em 2019.

Agente da Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis, numa fiscalização padrão, para conferir possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti.

A região conta agora com 18 mortes por dengue este ano: Arcos (duas), Carmo do Cajuru (uma), Divinópolis (três), Lagoa da Prata (três), Luz (uma), Martinho Campos (duas), Nova Serrana (duas), Pará de Minas (uma), Pitangui (uma) e São Gonçalo do Pará (duas).

Mortes na região

Em Divinópolis, as vítimas são uma criança de 11 anos e dois idosos, sendo um de 69 e outro de 71 anos. Em Nova Serrana, a vítima foi uma jovem de 27 anos, que morreu no dia 20 de abril.

Em Luz, a Secretaria de Saúde informou que a data da notificação da doença foi realizada no dia 10 de abril. Segundo a pasta, o paciente era um idoso de 72 anos que morreu no dia 14 de abril e tinha dado entrada no hospital no dia 13.

Mortes no estado

Minas Gerais registrou 483.733 casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) de dengue este ano. Foram 171 mortes em 50 municípios; 103 óbitos permanecem em investigação segundo a SES-MG.

O estado segue em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, chikungunya e zika).

Casos de dengue

Os números de casos de dengue na região tiveram poucas alterações com relação ao boletim divulgado no último dia 5, desse mês. Nova Serrana segue como a cidade com mais casos da doença em 2019: 4.483; seguida por Divinópolis com 4.137 e Arcos com 3.491.

A região Centro-Oeste de Minas segue com 37 cidades com a taxa de incidência muito alta da doença, que considera não apenas o número absoluto de casos prováveis (entre suspeitos e sob investigação), mas também a proporcionalidade dos casos em relação ao tamanho da população de um determinado município.

Confira abaixo as cidades com a taxa de incidência muito alta de dengue e a quantidade de casos, que foram atualizados nesta quarta-feira.

Casos prováveis de dengue na região – Incidência Muita Alta

 

Cidade Número de casos
Araújos 148
Arcos 3.491
Bambuí 200
Campo Belo 472
Candeias 237
Carmo do Cajuru 292
Carmópolis de Minas 409
Conceição do Pará 91
Cristais 665
Divinópolis 4.137
Estrela do Indaiá 82
Formiga 1.306
Igaratinga 195
Iguatama 216
Itaguara 315
Itapecerica 154
Itatiaiuçu 639
Itaúna 730
Japaraíba 113
Lagoa da Prata 1.295
Leandro Ferreira 68
Luz 578
Martinho Campos 837
Nova Serrana 4.483
Onça do Pitangui 41
Pains 134
Pará de Minas 2.631
Pedra do Indaiá 21
Perdigão 377
Pimenta 291
Piracema 80
Pitangui 435
Santo Antônio do Amparo 103
Santo Antônio do Monte 203
São Gonçalo do Pará 485
São José da Varginha 72
São Sebastião do Oeste 54

Grande - Saude
CATAVENTO - Gif



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Qi