Grande - Saude
Mobile - Cidade

Semusa teme baixa aderência no isolamento social e aumento da taxa de infecção da Covid-19

A Vigilância em Saúde e o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus em Divinópolis relatam que apenas 34% dos divinopolitanos estão respeitando as medidas; 10 pessoas infectadas podem espalhar a doença para outras 12; Se números continuarem subindo, a prefeitura terá que implantar sanções mais pesadas

Vinícius Xavier

A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), alerta sobre dois aspectos relacionados à contaminação do coronavírus: o Índice de Isolamento Social e o Ritmo de Contágio.

A notícia continua após a publicidade

CATAVENTO - Gif

A notícia continua após a publicidade

Mobile - Qi
Estes dois fatores influenciam diretamente na Matriz de Estratégia de Mapeamento de Risco para enfrentamento da Covid-19, na qual foi apresentada pela Prefeitura do dia 19 de junho.
Os números são atualizados diariamente. Conforme a alteração destes índices, a Prefeitura poderá alterar decisões e publicar novos decretos referentes ao isolamento social, tal como flexibilização ou proibição de atividades no município, conforme os níveis de risco propostos pela Matriz.
Isolamento Social
O Índice de Isolamento Social aponta o percentual de pessoas que se encontram em casa durante a pandemia do coronavírus. Os dados são coletados via geolocalização de celulares e smartphones.
A atual taxa de isolamento social em Divinópolis é de 34%, considerando a média dos últimos sete dias. O índice é considerado baixo, principalmente comparado à recomendação da Organização Mundial de Saúde, que é de 70%.
Ritmo de Contágio
O Ritmo de Contágio é o índice que determina a quantidade de pessoas que cada paciente infectado de Covid-19 poderá contaminar. Este número é calculado a partir dos dados do Boletim Epidemiológico Diário que registra os novos casos de Covid-19 na cidade.
Em Divinópolis, o Índice de contágio é de 1.17 pessoas. Segundo a Matriz de Enfrentamento ao Coronavírus, o número aponta risco moderado.
O Secretário Municipal de Saúde, Amarildo de Sousa, enfatiza que o isolamento social é a medida mais importante de prevenção: “Infelizmente, a taxa de isolamento está em níveis baixos nos últimos dias. Quem puder, fique em casa para frear a contaminação. A colaboração da população é fundamental para combater o vírus e ampliar a flexibilização das atividades.”, alerta o secretário.
Como é realizada a consulta dos índices?
O Índice de Isolamento Social e o Ritmo de Contágio são divulgados pela plataforma “Corona Cidades”, desenvolvida pela ONG Impulso, Instituto Arapyau e Instituto de Estudos de Políticas de Saúde (IEPS), além da colaboração da empresa de tecnologia InLoco. O objetivo dessa plataforma é auxiliar o poder público na coleta de dados relacionados à pandemia do coronavírus no Brasil.
Os dados estão disponíveis para consulta pública pelo site https://farolcovid.coronacidades.org e são atualizados conforme a evolução de novos casos de coronavírus.
Taxa de infecção para Covid-19 por pessoa sobe para 1,2 em Divinópolis

A Taxa de Transmissão, ou Risco de Contágio, é o índice que determina a quantidade de pessoas que cada paciente infectado poderá contaminar. Este número é calculado a partir dos dados do Boletim Epidemiológico Diário que registra os novos casos de coronavírus no município.

Atualmente, a Taxa de Transmissão em Divinópolis é de 1.20 pessoas. Este número significa que a cada dez pessoas contaminadas, outras 20 serão infectadas pelo vírus, provocando aumento exponencial da doença no município.

O risco é considerado muito baixo se a taxa for menor do que 0,5 e baixo se ficar entre 0,5 e 1. Entre 0,9 e 1,2 o risco é moderado e é considerado alto entre 1,2 e 1,65. Se ficar entre 1,65 e 2, o risco é considerado muito alto e há indicação de lockdown se a taxa de reprodutibilidade da doença passar de 2.

Esse índice é um dos fatores que estão na Matriz de Mapeamento de Risco à Covid-19, que orienta as decisões do poder público em relação às medidas de isolamento social na cidade. Segundo a Matriz, o número é considerado de alto risco.

A Diretora da Vigilância em Saúde, Janice Soares, ressalta que a participação da população é crucial no combate ao vírus: “A população precisa cumprir com as medidas sanitárias do município, como o uso de máscaras, a higienização e o isolamento social, que é fundamental para evitar o contágio. A colaboração da população é de extrema importância no enfrentamento à Covid-19”, frisou a diretora.


Grande - Saude
Mobile - Cidade



Você também vai gostar Mais deste autor

Comentário

Carregando...
Rodapé - Maria Bonita
Mobile - Qi